A Moda In Foco

Qual a Boa do Final de Semana ? Sabor & Arte


Oi Pessoal!
Dica boa, é dica compartilhada: neste sábado dia 13, rola mais uma edição da "SABOR & ARTE", a feira de gastronomia e artesanato mais charmosa e gostosa da Ilha, dando boas-vindas às  férias e ao verão. 



Gente bonita, comida deliciosíssima, feirinha de  artesanato, muita cerveja gelada e música  ao vivo da melhor qualidade! Tudo isso na atmosfera mágica da Cozinha Massari com toda a comodidade, conforto e segurança.



Nesta edição o som ficará por conta de  BIVES e FOFO, trazendo uma pegada de soul, MPB, reggae e pop para animar a galera.




E por falar em feirinhas, nós da Ecoe-se, amamos participar de eventos bacanas como esse. Portanto não ficaremos de fora.
Aproveita essa dica mara, do que fazer neste sabadão e vem conhecer o nosso cantinho  sustentável e todos os nossos produtos ecológicos.



  
"SABOR & ARTE"
Onde? Cozinha Massari (Avenida Atlântica 48-A Olho D'água)
Que horas? 18h
Quanto? ENTRADA GRATUITA.
Informações? (98) 98159-0459


Petite Jolie comemora 10 anos com coleção Voilá


Para celebrar seus 10 anos, a Petite Jolie fotografou a coleção Voilá em Paris e, como é característico, propõe um mood fun com muito conforto.


Com inspiração na cidade luz, onde o passado e presente se encontram constantemente, os queridinhos da marca - o color block e estampas - trazem os contrastes de maneira ousada e descontraída. 
Tramas repaginadas aparecem em bolsas e sapatos. As miçangas e esferas plásticas levam riqueza de detalhes às peças.
Além disso, a Petite Jolie investe na tendência das cordas e amarrações, que dão um ar mais pesado e rústico aos modelos clássicos e casuais. 
As referências aparecem em tênis de cano alto, rasteirinhas, sandálias com salto bloco e sapatilhas. Vale ainda combinar mochilas e tênis de mesma estampa e relembrar os “combinadinhos”.













Collection Recollect: Damyller Aposta no Upcycle


Com o intuito de desenvolver um jeans exclusivo, onde cada pessoa pode ter aquela única peça só pra ela, e ainda ajudar a diminuir o impacto ambiental utilizando peças que seriam descartadas, a Damyller junto com a Larissa Moraes do Recollection Lab, apresentam a coleção Recollect.


Seguindo a tendência upcycle, o objetivo é ressignificar as roupas com técnicas handmade, dando a cada um deles a chance de ganhar uma vida nova. Tem para todos os gostos e estilos, e a intenção é exatamente com que cada peça fique de acordo com a personalidade de cada um, seja um mood mais rock’n’roll com jaquetas oversized e frases grafitadas ou até mesmo para as românticas que apostam nos patches de flores e borboletas.
Misturadas a outras bases também em denim, as peças Recollect deixam o jeans com ar couture sem deixar de lado a pegada do street style. Abuse do seu jeans exclusivo em composições certeiras como as t-shirts mais básicas e os tênis clássicos.


 



 

AHLMA Estreia na Casa de Criadores


A AHLMA, marca de moda vegana do carioca André Carvalhal, que tem como propósito a co-criação e a busca pelos impactos positivos em sua cadeia, se apresenta pela primeira vez na Casa de Criadores em sua 45ª edição, ao lado da marca de amaciantes Comfort.

A parceria ente a AHLMA e a Confort propõe através do desfile uma releitura do que é visto de costume na passarela. Enquanto se fala de tendência, do novo, da criação, o projeto entende esse espaço como uma oportunidade de ruptura com as ideias tradicionais - comuns aos desfiles - e uma plataforma para trazer à tona assuntos sobre consumo consciente, arte e o cuidado com as roupas, buscando dar vida longa a elas.



Para co-criar um desfile a partir de peças de brechó, as marcas convidaram o stylist Dudu Bertholini, que encabeça a ideia: um garimpo das peças no acervo da ASA (Associação Santo Agostinho), que posteriormente passam por intervenções artísticas como bordados, pinturas, recortes, feitas por Dudu e seus convidados Fabio Kawallys e Vanessa Monteiro. 

AHLMA










A partir do upcycling das peças resgatadas, as marcas têm o objetivo de apresentar as infinitas possibilidades do reaproveitamento, do "fazer o novo", a partir de uma matéria já existente, como estímulo para uma moda mais consciente e um nova forma de consumir.
A proposta busca estimular o cuidado com peças vintage, uma forma mais consciente de se vestir e de cuidar da roupa, entendendo que a durabilidade de uma peça também é um olhar para sustentabilidade, como propõe a campanha institucional "Vida Longa às Roupas" da COMFORT, que caminha junto ao projeto.

Fotos por João Vitor Lage @joaovitorlage
Créditos: Agência Fotosite


Fauna: O Marketplace Internacional Focado em Moda Sustentável Brasileira

Sustentado por um quadripé de valores sustentáveis – verde e seguro, sem desperdício, gentileza gera gentileza e one and done (um só basta) –, omarketplace Fauna figura-se como o primeiro portal online internacional focado em moda sustentável brasileira, suscitada após o questionamento de Carolina Perlingiere sobre "como e quem fez minhas roupas?" e pelo desejo em conferir reconhecimento a marcas e estilistas brasileiros.

Carolina Perlingiere

A resposta surgiu em Nova York, em 2017, após a CEO e fundadora – até então profissional de sustentabilidade da Organização das Nações Unidas (ONU) – se identificar com os interesses de Lilian Liu e Rafaela Machado, co-fundadoras da Fauna, sobre como conduzir a moda de maneira justa e limpa no mercado. Hoje, Lilian e Rafaela atuam como conselheiras do negócio, que tem à frente a carioca Carolina, 30, responsável por unir a expertise em questões de responsabilidade social corporativa à curadoria seleta de 20 marcas de moda, permeadas por roupas e acessórios femininos, masculinos ou unissex. Em breve, o marketplace dará as boas-vindas para mais quatro etiquetas.
A fim de ser o one-stop shop quando o assunto é moda sustentável, a escolha das marcas é avaliada seguindo critérios de estilo, qualidade e sustentabilidade baseados em três "P's": Produto, Pessoas e Planeta. Nesta curadoria, precisam estar de acordo a escolha de materiais mais sustentáveis; práticas trabalhistas e produção ética; qualidade do design; e, por fim, em alguns casos, atemporalidade. No processo, destaca-se, sobretudo, a etapa de due diligence, com o objetivo de confirmar o não engajamento das marcas, durante a produção, em condutas antiéticas, nocivas aos trabalhadores ou ao meio ambiente – em cada tag dos produtos, o consumidor tem acesso aos valores sustentáveis da peça adquirida.
Práticas conscientes são a alma da Fauna. Além do portal online, Carolina promove o incentivo ao consumo ético também por meio de eventos e palestras, tendo participado em eventos como a semana do Fashion Revolution (EUA e Brasil), Brasil Eco Fashion Week, Malha, Criável (Bureau de Estilo Renata Abranchs), Global Fashion Exchange, Peace Boat e, em junho deste ano esteve presente como Head de relações internacionais do Rio Ethical Fashion, no Rio de Janeiro.
"Nos esforçamos para provar e convencer a todos, mercado e consumidores, de que a moda pode ser divertida e sustentável, épica e ética. Não há outro caminho que não o da sustentabilidade. Esse é o único futuro viável", diz Carolina Perlingiere, CEO e fundadora da Fauna.


@befauna