A Moda In Foco

Faz Sentido ter um Blog em 2019?


A série de publicações especiais, em comemoração aos sete anos do blog, já está no ar, e diria que ela é especialíssima por vários motivos. Um dos principais, encaixa perfeitamente nessa questão levantada por mim, que é o fato de ainda manter meu blog ativo.
Pensando nisso, convidei a Juliana Alsopara escrever um artigo para o A Moda in Foco, onde ela aborda alguns pontos essenciais, para continuar apostando na blogosfera.
Confiram o post completo abaixo e sintam-se beneficiados com o conteúdo criado e compartilhado por ela.






Juliana Also é Consultora de Fashion Branding e Criadora de Conteúdo, 
autora do e-book "Fashion Branding: um guia rápido para desenvolver a identidade da sua marca e criar um negócio de moda de sucesso"



Faz Sentido ter um Blog em 2019? 


Por Juliana Also 
Você alguma vez já se perguntou o que seriam das marcas - e de nós - caso o Instagram, Youtube ou Facebook chegassem ao fim?  
Eu já, e no post de hoje vamos entender porque o seu blog é o terreno perfeito para a construção dos seus conteúdos. 
A nossa relação com a internet é muito louca: há dez anos atrás havia bem menos recursos e trabalhar com criação de conteúdo era coisa de outro mundo. 
Os blogs que começaram nessa época foram aos poucos se transformando em canais no Youtube e perfis no Facebook e Instagram. 
Mas você já escutou aquela frase “não se constrói uma casa em terreno alugado”? 
Trazendo para o mundo da criação de conteúdo, significa que devemos ter maior interesse em reavivar os blogs do que esperar que as suas fotos do Instagram apareçam para todos os seus seguidores por exemplo, porque nós sabemos que os novos algoritmos não vão permitir que isso aconteça. 

Os blogs são os melhores canais para a criação de conteúdos por um simples motivo: você tem total domínio sobre tudo, desde o layout, a disposição das matérias, o formato dos conteúdos… tudo! 
Sem falar que por ser um canal exclusivo seu, o seu público vai ter acesso à todas as suas publicações sem se tornar refém de algoritmos que muitas vezes fazem a nossa interação despencar. 
Em pleno 2019 nunca estivemos tão conectados, mas o excesso de informação pode desencadear uma série de problemas como o fato de que entre todos esses conteúdos, muitos são repetitivos e apenas uma minoria consegue realmente se destacar. 
Enquanto uns reclamam que o conteúdo nas redes sociais não está sendo entregue, outros já esquematizam uma maneira de atravessar esse desafio sem perder seguidores. 
Os blogs nunca deixaram de existir, mas parece que estão começando a voltar com força total. 
liberdade criativa é um estímulo a mais! Poder escolher você mesmo o design, as cores, ícones, fontes, logo, formatos, conteúdos grandes ou menores… Tudo isso nos dá mais autonomia e total controle da imagem que queremos passar ao nosso público. 
O dono do blog pode investir em formatos diversos e explorar o que faz de melhor - vídeos, textos, fotos, áudios (podcasts) tudo isso junto e misturado. Não existem limites para a criatividade! 
Sem contar que num blog, conseguimos criar conteúdos maiores, sem restrição de tamanho e com mais qualidade. 
 Mas o blog pode ser algo além do que um difusor de conteúdos, ele pode ser uma fonte de renda! 
Isso porque você pode utilizar essa plataforma para fechar parcerias e propagandas. Você pode oferecer banners do tamanho que quiser, posts patrocinados com o diferencial do conteúdo e novamente, a variedade de formatos como banners, vídeos, textos, gifs 
Além disso, através do blog você consegue criar a sua lista de emails! Isso mesmo! 
Cerca de 92% das pessoas que estão na internet tem ao menos 1 conta de email e 72% dos usuários checa a caixa de entrada ao menos 10x por dia. 
Esteja lá, criando conteúdos e até mesmo vendendo seus produtos e serviços! 
Por isso, faça com que o seu leitor informe o email por vontade própria disponibilizando um local especial no site para se cadastrar e claro, alimente sua lista com regularidade. 

Já deu pra entender que os blogs são ferramentas personalizadas em que você pode disponibilizar conteúdos nos mais variados formatos, com um adendoo controle é todo seu.  
É muito importante estar nas redes criando conteúdos através delas e até mesmo para chamar pessoas para os conteúdos do seu blog, mas como eu disse no início desse artigo, esses canais são terrenos alugados e estão fora do nosso controle. 
 Sem falar que no dia seguinte da sua publicação, outras novas publicações irão aparecer e o conteúdo criado por você vai cair no esquecimento. 
 No blog não, ele vai continuar lá e você pode organizar as publicações por categorias, facilitando a maneira com a qual os seus visitantes encontram os conteúdos. 
 Pense bem no meu conselho e crie um blog. 

Assim você garante que irá construir a sua casa em um terreno totalmente seu! 








Canal no Youtube Juliana Also



Instagram @julianaalso 



Juliana Also 

Consultora de Fashion Branding 

Tag: 13 Perguntinhas Fashion com Liciane Léda


Em comemoração aos sete anos do blog, trago uma série de publicações especiais ,como uma tag de grande sucesso, onde  numa sequencia de publicações eu selecionava algumas blogueiras, Instabloggers, youtube maranhenses, para responder uma Tag chamada 13 Perguntinhas Fashion e a estilosa da vez é a Liciene Léda, dona do perfil no Instagram, À Moda da Lili  @amodadalili




Antes de conferirmos as respostas dela, vamos entender um pouco mais sobre seu estilo. 

Meu estilo é clássico contemporâneo. Gosto de looks refinados, elegantes e com um toque de modernidade. Não sigo a moda mas sigo tendências. Sou muito conscienciosa na hora de comprar e só compro o que me cai bem e expressa o meu estilo. Acho essencial que a roupa transmita a minha personalidade que é forte e determinada. Tenho paixão por peças e acessórios de destaque, mas que sejam atemporais. 



1.  Qual peça de roupa considera indispensável? 
Jeans. É uma peça eclética que vai do chic ao casual (dependendo da peça) sem perder o conforto. 

2.   Quais as cores preferidas de seu armário? 
Depois que fiz a minha análise de coloração pessoal, posso dizer que dei uma guinada de 180° no meu closet. Foi transformador poder ver e testar as cores que realmente me favoreciam. Eu sempre gostei de amarelo gema, inclusive tenho várias móveis nesta cor. Mas toda vez que usava essa cor me achava com cara de doente. Hoje minhas cores preferidas são vinho, verde, bege e dourado. 
  
3.  Quais as cores que menos veste? 
Preto. Não gosto. O preto me passa uma sensação de tristeza. Acho meio depressivo. Mas é algo muito pessoal. Tenho algumas peças pretas, mas raramente me visto toda de preto. Geralmente uso à noite em looks de festa. Tenho necessidade de cor. Também não uso mais vermelho intenso, amarelo vibrante nem laranja. São cores que apesar de muito bonitas, não combinam com minha coloração pessoal.  

4.  Cite um acessório que te torne estilosa. 
Tênis. Amo! É meu tipo de calçado preferido. Acho que um tênis descolado deixa o look autêntico, original e criativo.  

5.  Você combina maquiagem com a roupa? 
Sim! Sempre! Acho q tudo na sua apresentação pessoal tem que estar em harmonia. A make não precisa ser necessariamente da cor da roupa, mas tem que harmonizar.  

6.  Segue a moda à risca? 
Não. Eu uso o que fica bem em mim. Cheguei num ponto em que já conheço meu corpo, sei os pontos que se destacam e os que quero disfarçar. Nem sempre o que está na moda me beneficia, então não uso. 

7. Qual a pior gafe de moda? 
A pior gafe é você usar algo que não combina com sua personalidade, seu estilo. Usar algo só porque está na moda mas que não tem nada a ver com você é muito brega.  

8. Qual sua roupa favorita do momento? 
Atualmente estou numa vibe de vestidos acinturados e de saia rodada.  

9. Qual a moda que não gosta e qual não aderiu? 
Não gosto de pochete e calça saruel. Se me dessem uma pochete da Chanel eu não usaria. Rsrs. Simplesmente não consigo esquecer o quanto pochete era brega nos anos 80. E nunca vi ninguém ficar bonita numa calça saruel. Sempre acho que a pessoa tá usando fralda. Kkk 

10. Cite uma tendência que não gostava e depois seguiu. 
Dad sneaker. Achava bem estranho no começo, mas agora já acho que tem um certo charme. Tenho um que gosto bastante.  

11. Qual sua tendência ou estilo preferido? 
Eu diria que meu estilo é clássico moderno. Gosto de peças de boa qualidade e bom caimento, mas nada muito convencional. Por exemplo, gosto de blazers, mas de preferência com um algo a mais como paetês ou um corte assimétrico. 

12. Qual seu ícone de moda? 
Cate Blanchett. Tudo que ela veste é perfeito! Elegante, moderno e atraente na medida certa. 

13. O que gosta e o que não gosta na moda? 
Eu gosto do fato de a moda ser um reflexo de tudo que o mundo está vivendo. Acho incrível que a forma de se vestir e até as cores que usamos sejam também uma forma de protesto ou de aceitação de um momento sócio político cultural. Mesmo que inconscientemente nós nos expressamos através das nossas roupas. Não gosto da indústria da moda ter se tornado meramente um negócio com fins lucrativos. Não gosto do incentivo ao consumismo desenfreado. Não gosto de fast fashion. Toda vez que entro em uma loja de fast fashion tenho a sensação de que elas vivem da exploração e do trabalho escravo.Fico feliz em saber que o mercado de revenda (brechós e aluguéis de usados) vai superar o fast fashion em 10 anos.  





Segue os links das principais redes sociais da Lili
Instagram